Facebook Ads x Google Adwords: quando e como usá-los?

Saiba a diferença entre essas duas ferramentas e turbine seus resultados no marketing digital

Facebook Ads x Google Adwords: quando e como usá-los?

Você já deve ter ouvido falar em anúncios patrocinados na internet, certo? Esta estratégia, conhecida como Ads e oferecida por Facebook Ads e Google Adwords, está em constante crescimento e já é adotada pela maioria que migrou ou aderiu ao marketing online.

Os anúncios patrocinados são mais poderosos do que o marketing tradicional. Eles trazem um retorno maior, considerando o custo benefício e o alcance exato de pessoas atingidas pela campanha. Mas qual a diferença entre Facebook Ads e Google Adwords?

Facebook Ads

O Facebook Ads é a ferramenta mais usada no quesito rede social, considerado o “paid social”. Embora outras redes como LinkedIn, Instagram e Twitter também contemplem alternativas para criação de anúncios, o Facebook continua sendo a mídia que mais gera retorno.

Isso se deve ao seu potencial de alcance, já que mais de 1.28 bilhão de pessoas no mundo estão ativas nele. Além disso, o Facebook Ads gera mais de um trilhão de visualizações mensais e alcança aproximadamente 44% de usuários de internet no mundo.

O Facebook Ads permite a criação de anúncios com texto e foto que direcionam para uma fanpage ou um website. A principal característica do Ads é a sua autointeligência, que permite uma alta segmentação de públicos graças ao preenchimento do perfil dos usuários.

O recurso lookalike audiences, ou audiências similares em português, permite que o anunciante para ou faça upload de informações externas para exibir o anúncio aos seus clientes específicos no Facebook e depois aplica um filtro de combinação com a informação.

Google Adwords

Já o Google Adwords é uma ferramenta consolidada no mercado desde 2000. Embora outros buscadores também ofereçam serviço de busca paga, o Adwords é referência em busca paga, ou “paid search” como é conhecido no mundo do marketing.

Dentre as vantagens de utilizá-lo, a principal também é o seu alcance. São mais de 40 mil pesquisas no Google por segundo, totalizando 180 bilhões por mês, dentre elas, quase três bilhões exibem anúncios. O que totaliza um alcance de 90% dos usuários de internet.

O Google Adwords tem duas redes: a de pesquisa, que disponibiliza os resultados durante a pesquisa do usuário, e a de display, que insere os anúncios em websites que participam do programa de afiliados do Google e que permitem uma propaganda mais visual e segmentação em sites compatíveis ao modelo de atuação.

Sua criação e anúncios consistem no redirecionamento para websites externos, hotsites ou páginas nas mídias sociais. Ele funciona como um leilão, em que você dá um lance para o uso de uma palavra-chave e, caso seja contemplado, seu anúncio será exibido nos resultados de pesquisa.

Como eles funcionam?

Com o Google Adwords, você paga por cliques efetivos e tem três opções de segmentação para pagamento: custo por clique (CPC), que consiste em pagar por cada vez que seu anúncio for clicado por alguém, custo por visualização (CPV), que gera o débito por cada vez que seu anúncio for exibido e o custo por aquisição (CPA), que converte suas conversões em custo.

Já o Facebook Ads trabalha com pagamentos por cliques ou visualizações. Ele funciona com o custo por mil (CPM), que gera o débito a cada mil visualizações de um anúncio. Além disso, existem dois tipos de anúncio: história patrocinada, que exibe as interações com a página para os curtidores da fanpage, e o post promovido, que mostra uma publicação no topo do newsfeed dos seguidores.

Qual é mais apropriado?

Não é possível dizer qual é o melhor, mas sim qual o mais apropriado para o seu negócio. Quem busca melhoria nos resultados de venda deve usar o Google Adwords devido ao seu alto índice de taxa de conversão. Além disso, quem encontrou o seu anúncio, já estava pesquisando por aquilo, portanto as chances de conquistar o cliente são maiores.

Agora, se você busca consolidar sua marca no mercado, desenvolvendo relacionamento com o seu público que certamente está nas redes sociais, o uso do Facebook Ads parece mais adequado. O ideal é redirecionar o público para a sua fanpage, assim, ele receberá seus conteúdos e pode se tornar um cliente a longo prazo.

Facebook Ads x Google Adwords: qual o mais apropriado?
Facebook Ads x Google Adwords: qual o mais apropriado?

Retorno sobre Investimento (ROI)

O ROI é uma forma que os anunciantes têm para monitorar o valor gerado pela campanha e compará-lo com o investimento feito nela. Para que os resultados sejam eficazes, o processo de otimização deve estar alinhado com o seu objetivo, ou seja, se o seu plano for gerar leads, você precisa otimizá-lo para que ele tenha acesso e tráfego. É diferente de um anúncio que busque vendas, por exemplo.

Em ambos os casos, você precisa trabalhar elementos e ferramentas diferentes e analisar os resultados.

Facebook Ads + Google Adwords

Mas você não precisa escolher apenas um deles, ambos podem te atender em momentos diferentes. O Google Adwords vai atrair possíveis consumidores para conhecer o seu serviço por meio da busca ou acesso em sites segmentados, enquanto que o Facebook Ads vai exibir o conteúdo para quem já conhece a sua marca.

O Google Adwords utiliza um método de pontuação de qualidade chamado quality score, composto por três itens: CTR, relevância e qualidade da página. Já o Facebook Ads segmenta os anúncios por modelo de negócio e design.

Com essas duas informações em mãos, conhecendo o seu público-alvo e sabendo o seu objetivo, cabe escolher qual das ferramentas lhe atenderá em determinado momento e mesclá-la sem diferentes projetos.

Não escolha apenas um, planeje o uso de ambos e turbine os seus resultados.

Comente

Sem endereço de e-mail não será publicado.